Colelitíase


 

A vesícula biliar é uma estrutura saculiforme que fica em contato com o fígado e tem a função de armazenar a bile produzida por ele. Diariamente são produzidos 600 ml a 1 litro de bile que vai sendo armazenada na vesícula e despejada através de sua contração no duodeno após a alimentação,  a fim de facilitar a digestão de gordura.

Os cálculos na vesícula se formam quando há um desbalanço na concentração dos componentes da bile, causando a formação de cristais de colesterol. Há também outros tipos de cálculos contendo cálcio , mas são menos frequentes.

Os fatores de risco para a formação de cálculos são sexo feminino, obesidade, dieta rica em gordura e pobre em fibras , diabetes, perda rápida de peso.

Os sintomas mais comuns são dor na região superior direita do abdome, principalmente após ingestão de alimentos gordurosos, acompanhada de náuseas e vômitos.

colelitiase-727x409

Complicações acontecem por dois motivos : obstrução da saída da vesícula culminando com inflamação aguda e migração dos cálculos podendo ocasionar obstrução da via biliar ou pancreatite aguda.

O tratamento da colelitíase é cirúrgico e consiste na retirada da vesícula por videolaparoscopia, o que costuma ser uma cirurgia rápida e segura.